Você sabia que seu animal também tem problemas de visão??

Muitos me questionam acerca do exame oftálmico, perguntando como você faz o teste de Snellen, aquele com as letras que vão diminuindo de tamanho, pois bem, diferente de nós humanos, os animais não tem tanta necessidade assim de saber as letras e seus respectivos tamanhos, eles sofrem sim de miopia, astigmatismo, presbiopia, mas o mais importante para eles é ter conforto para visualizar movimentos, objetos e luz. O faro e audição são muito mais aguçados que o do ser humano, por isso muitas vezes os tutores sequer notam a deficiência visual, pois o animal já está adaptado e com os demais sentidos bem desenvolvidos.

Para dar conforto a esses pacientes temos que focar em problemas que causam dor, lacrimejamento excessivo, epífora, secreção ocular, fotofobia e aqueles que levam a perda da visão. Na avaliação oftálmica desses pacientes procuramos por esses sinais, que podem ser encontrados em casos de glaucoma, úlceras, uveíte, alterações palpebrais, alterações lacrimais e alterações na fundoscopia. Para que o diagnóstico da afecção oftálmica seja preciso, testes específicos e equipamentos adequados com fonte de luz e magnificação são essenciais e só o profissional especializado em oftalmologia veterinária é capacitado para tal diagnóstico.

Informe-se e procure o profissional adequado, venha conversar conosco, marque sua consulta. Atendimento as terças e quartas de 9-19h.

A Drª Aline Coelho de Freitas CRMV-RJ 8478 – é oftalmologista do Hospital Popular de Medicina Veterinária.