vet odonto

Cuidar da saúde Bucal do seu pet pode prevenir doenças graves

Não é besteira, manter a saúde bucal do seu pet em dia é muito importante. Não é somente uma questão de estética, como muita gente pensa.

A doença periodontal pode ser grave especialmente nos estágios mais avançados. Por isso, fazer a escovação diária do seu pet em casa é muito importante. Além de leva-lo, ao menos, 1 vez ao ano no odontologista veterinário para fazer a limpeza são os métodos mais eficazes para evitar que a doença se instale. Quem fez este alerta é a Dr. Nathalia Quinet (CRMV-RJ 13785), odontologista do Hospital Popular de Medicina Veterinária.

“A doença periodontal é uma afecção que não se restringe a cavidade oral. A translocação bacteriana altera a expressão de genes resultando em codificações inflamatórias sistêmicas. Ou seja: uma inflamação crônica da boca envia mediadores inflamatórios para corrente sanguínea, que pode prejudicar outros órgãos, principalmente rim, fígado, coração”

Prevenção

A escoação é de suma importância para evitar o avanço da doença. Ossos, brinquedos e petiscos são métodos auxiliares, mas que não possuem uma eficácia elevada. Quando a doença se instala, o único tratamento é a cirurgia. É de suma importância que o procedimento seja realizado por um profissional especializado, em um ambiente propício e equipado adequadamente.

Tudo isso você encontra no Hospital Popular Veterinário!

Equipamentos devidamente esterilizados, equipe paramentada corretamente, material adequado e ambiente microbiologicamente controlado. Traga seu animal para uma avaliação com o nosso odontologista. Fazendo o tratamento adequado, a chance da doença se instalar na boca do seu animal é menor.

Agende uma consulta agora mesmo!
Telefone: 3180-0154

A doença periodontal atinge todos as raças de cães e gatos de forma progressiva, mas algumas raças, como Yorkshire e Shitzu, por terem pouco espaço entre os dentes, faz com que a placa bacteriana se acumule mais facilmente.

Estágios da doença

Estágio 1: A medida que a placa bacteriana se acumula na cavidade oral do animal, outras bactérias também se alojam e enviam subprodutos que são capazes de lesionar as estruturas periodontais. A primeira a sofrer a agressão, é a gengiva que responde com inflamação e as vezes até mesmo sangramento. Neste estágio a doença ainda é reversível, removendo o agente irritante, através da profilaxia oral. Este estágio é denominado Gengivite.

Estágio 2: A partir deste estágio os tecidos já foram lesionados e não podem mais ser recuperados pois ela atinge o periodonto de sustentação (ligamento periodontal, osso alveolar e cemento) de forma progressiva. Sendo assim, já é considerado Periodontite. Mas o estágio 2 é o mais brando da doença.

Estágio 3: Considerado o estágio moderado da doença Periodontal, ela segue as características do estágio 2. Sendo muitas vezes necessário a extração dentária e retalhos mucogengivais devido à gravidade da lesão.

Estágio 4: Considerado o estágio mais severo da doença. Neste estágio a perda do osso alveolar, que sustenta o dente, está muito avançado e o único caminho é a extração dentária.

Todos os estágios da doença geram desconforto e dor intensa ao animal. E é importante reforçar que um mesmo animal pode ter diversos estágios da doença na boca porque cada dente pode se comportar de uma maneira.

A Dr. Nathalia também alerta que seguindo as orientações médicas a recuperação cirúrgica é rápida e tranquila e a alimentação não deve ser um problema.

“Em poucos dias o animal volta a se alimentar normalmente e os tutores percebem a melhora na qualidade de vida do seu animal”

Precisando de um odontologista veterinário, você já sabe! Venha para o Hospital Popular de Medicina Veterinária. Agende uma consulta para os eu pet na unidade mais próxima!
Unidade Padre Miguel: Rua Professor Clemente Ferreira, 06.

Unidade Campo Grande: Avenida Cesário de Melo, 3826

Unidade Barra da Tijuca: Av. Ayrton Sena, 4701, loja 134

Telefone: 3180-0154